quinta-feira, 25 de junho de 2009







HÁ MIL LUAS...




Há mil Luas que Te procuro...
Já nem sei
em que sombra da Noite
deixei aceso
o lume do meu desejo...
Segui em vão
no desencontro dos vales
entre montanhas
sem forma...
E me perfumei
com aroma de vento
e trancei meus cabelos
com fios de Sol...

Há mil Luas que Te procuro...
Eu não posso
errar o caminho
outra vez...
Meus pés
imergiram nos rastros
dos rumos sem volta...
Meus olhos
se cegaram nas pontas
dos astros sem luz...
Meu vulto
se afastou na distância
dos mares sem sal...

Há mil Luas que Te procuro...
Tanto tenho Te buscado
por toda a parte
por toda a vida
sem que possa ver
o brilho de Tua Estrela...

Há mil Luas que Te procuro...
Estou só
à espera de Tua Paz...


Maria Lua




2 comentários: